Curtir
0
Compartilhar
0
 
Tweet
0
 
Recomendar
0
 
Partilhar
0
Ver edições anteriores RSS Subscrever esta publicação
 

LOCALIZAR ARTISTA

ASSINAR NEWSLETTER

ARTISTAS

BIOGRAFIA

 Diego Soares começou sua vida com o pé direito, afinal, nascer no começo da década de 80 é um belo golpe de sorte para quem ia acabar no meio da música eletrônica. O electropop de bandas como Information Society e New Order e os hits de Michael Jackson foram determinantes na concepção do gosto musical do - então - garoto. Aos 10 anos, as influências sonoras levaram à compra do primeiro disco, o álbum “Pump Up the Jam”, do Technotronic. 

Na época, Diego reunia os amigos pra dançar e já experimentava algumas brincadeiras com discos em dois famigerados aparelhos “três em um” da Gradiente. O caminho natural: aos 16 anos surgiu a idéia de se tornar um DJ. Com amigos, passou a produzir pequenas festas. Após sete anos - nos quais aprendeu a mixar -, chegava a hora de se dedicar a algo mais específico. O primeiro passo dentro da cena de música eletrônica de Brasília foi a escolha da house music como estilo base. 
O pouco que faltava, Diego buscou sozinho: escolheu o codinome Brooks, aperfeiçoou as mixagens e passou a pesquisar e comprar suas músicas. Para não falhar à própria história de 
sua vida, resolveu realizar uma festa dedicada às cenas house e techno 
na cidade. A primeira apresentação para o público veio no projeto próprio (Glicos.e): o feeling fluiu naturalmente. O carisma, a técnica apurada e o comportamento descontraído já são marcas registradas, reconhecidas por todo o público da capital. 
Brooks é declaradamente viciado por subgraves e por sons dançantes. Com seu gosto musical apurado, já desenhou uma sólida carreira na noite underground de Brasília. Seu currículo traz passagens por Charlotte (USA), São Paulo, Goiânia e Palmas, além de praticamente todos os clubs da cidade. Em São Bernardo do Campo, Brooks apresentou-se na rave Techno Route, uma das maiores do país. 
Com o Crazy Cake e as residências na Let’s Dance (DF), Garag-E (GO) e 5uinto, o DJ já dividiu os toca- discos com nomes como Ange Siddhar, Format:B, Illan Nicciani, Oliver Klein, Noir e Troy Pierce. 
Na construção de seus sets, Brooks prima por batidas fortes recheadas com linhas de baixo marcantes num passeio entre o house e o 
techno, sempre com espaço para variações mais sintéticas, mas sem abandonar o groove e o suingue – sua marca registrada. “Não me vejo fazendo outra coisa. Gosto de tocar e quero viver de tocar”, diz Brooks. Se depender do talento que esbanja, o DJ vai viver muito bem. 
por Hélio Matos. 
 
Hypno Artist Agency
Rua Pequetita, 179 cj 24
Vila Olimpia - São Paulo - SP - Brasil - CEP: 04552-060
Phone: +55 11 3842.8113
Mobile/Whatsapp: +55 11 9.9484.9930
Skype: hypno3012